Arquivo

Temperatura baixa aumenta riscos de doenças

11/07/2017

A queda nas temperaturas traz com ela um alerta para a saúde: é nesta época do ano que aumentam os riscos de algumas doenças graves, que comprometem principalmente o sistema respiratório. A gripe é um dos males mais comuns no outono/inverno, mas o frio também é o período que registra o maior número de casos de pneumonia, meningite e otite, entre outras. As crianças e os idosos são as principais vítimas, mas essas doenças podem afetar pacientes de todas as idades.


A oscilação das temperaturas é um dos fatores que contribuem para o aumento das doenças, principalmente as que afetam o sistema respiratório. Soma-se a isso a diminuição da umidade relativa do ar, o aumento da poluição e os ambientes fechados, com grande concentração de pessoas. O resultado são mais pessoas doentes e um grande número de internações.
“Há uma maior propensão para a circulação de vírus e bactérias nesta época do ano e o fato das pessoas ficarem mais próximas, em ambientes fechados, favorece a contaminação de doenças”, ressalta o médico Cal Assis, da clinica VacineJá. “Por isso, estudantes e pessoas que trabalham em espaços corporativos com muita gente precisam redobrar os cuidados”, acrescenta.


Para fugir das estatísticas e ficar livre das doenças, alguns cuidados são fundamentais. Lavar sempre as mãos, proteger a boca quando tossir ou espirrar, alimentar-se de forma saudável e manter os ambientes arejados é essencial. Além disso, a vacinação é o meio mais eficaz de proteção.
“Há vacinas que previnem essas doenças, reduzindo drasticamente o risco de infecção ou a evolução dela para quadros mais graves. São vacinas que podem ser tomadas em diferentes faixas etárias, sendo que algumas precisam de reforço anual em razão da mutação do vírus transmissor, como é o caso da gripe”, explica o médico.


A VacineJá possui vacinas que não estão disponíveis na rede pública e profissionais especializados para orientar os pacientes sobre os diferentes tipos de imunização, as faixas etárias e o número de doses. A clínica é a única da Região acreditada pela Sociedade Brasileira de Imunização (Sbim) e funciona no Helbor Patteo Mogilar, de segunda-feira a sábado. Acesse o site www.clinicavacinejá.com.br ou ligue para 4790-3111 para maiores informações.